Imprensa

Notícia Coprel Release

Uma pequena propriedade com grandes resultados

Se há 25 anos alguém dissesse aos irmãos Jonas e Janir Bonini que eles se tornariam empresários rurais, com uma propriedade bem estruturada, moradias confortáveis e empregando 4 pessoas, eles provavelmente pensariam que isso seria impossível, afinal, a família possuía uma área de terras muito pequena (menos de 20 hectares). Mas o que faltava em questão de recursos financeiros, sobrava em determinação, trabalho e planejamento. E assim, os irmãos chegaram onde estão hoje, com uma produção de 80 mil pés de morango e 20 mil pés de tomate, utilizando para isso menos de 3 hectares da propriedade.

 A cultura do morango iniciou na propriedade há 22 anos, com o apoio inicial de um projeto da prefeitura. Vários produtores apostaram na atividade, mas somente os Bonini prosseguem até hoje. “No início foi muito difícil. Tivemos que ter muita persistência pois ninguém conhecia o cultivo do morango”, comenta Jonas. E o outro ponto fundamental para o sucesso da propriedade sempre foi o planejamento: “Quando plantamos a nossa primeira safra, já pensamos na comercialização e fomos atrás de compradores. Na colheita, já estávamos com a venda de todo o morango garantida”, lembra o cooperante.

A correta administração da propriedade somada à muito trabalho da família trouxe grandes resultados. A produção de morangos, que iniciou com 2,5 mil mudas, hoje possui 80 mil. Ou seja, a produção cresceu 31 vezes ao longo de 22 anos, uma média de 140% ao ano. E os Bonini prosseguem investindo sempre: há três anos, o plantio no chão foi substituído pelo plantio aéreo no sistema semi-hidropônico, com as mudas sendo plantadas em canteiros erguidos, que facilitam o manejo e a colheita dos morangos. Com isso, melhorou muito a qualidade de vida dos produtores. Todos os nutrientes que as plantas precisam são fornecidos junto com a água, num sistema chamado fertirrigação. As mudas são importadas do Chile e produzem durante o ano todo.

Os irmãos Bonini também cultivam tomate há 18 anos, e o sistema de produção é bem semelhante ao morango, porém com duas safras anuais. Quando realizamos a reportagem, em setembro, estava no período de entressafra do tomate.

A energia da Coprel também é um componente importante na propriedade. Todo o sistema de fertirrigação depende da energia: as bombas que levam a água e nutrientes para os morangos são programadas para acionar automaticamente várias vezes por dia. Os equipamentos da sala de processamento, onde os morangos são embalados, e a câmara fria, onde os frutos são conservados, também dependem de energia elétrica. “Sem energia, para tudo na propriedade, por isso o atendimento da Coprel é muito importante” ressalta Janir.

Os irmãos Jonas e Janir Bonini trabalham durante todo o dia na plantação, e toda a família participa na administração e nos afazeres da propriedade: os pais Gentil e Lucieta Bonini; a família de Jonas: esposa Alaides, e os filhos Eduardo, Nicole e Emanuele; e a família de Janir: esposa Franciane e os filhos Janaina e Douglas. A energia da Coprel possibilita empregar tecnologia na produção, mas a família Bonini é um exemplo de que a energia das pessoas faz as coisas realmente acontecerem. 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS
Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail
Fechar

Recuperar Senha

Para receber sua senha por email, digite seu número de matrícula no campo abaixo: