Imprensa

Notícia Coprel Release

Horto Hortelã: agroindústria aposta na qualidade dos produtos naturais para a sucessão familiar no campo

Do desejo de uma senhora idosa, mãe de 9 filhos, de que não fosse vendida a pequena área de 6 hectares no interior de Ibirubá, se concretiza um sonho de uma família de viver mais próxima da natureza. Dona Maria Joana Godoy Ritter morava na cidade de Ibirubá, mas pedia aos seus familiares que não vendessem a área de 6 hectares que ela possuía em Linha Três, no interior do município. No entanto, os filhos não tinham ligação com a agricultura, trabalhavam em atividades diversas na cidade. Quando dona Maria Joana faleceu, um dos filhos, Antonio Prestes, juntamente com sua esposa, a bióloga Maria Luiza Zimmer Prestes, adquire a área herdada pelos demais familiares, e tem-se início uma sucessão rural “diferente” – da cidade para o interior.

A pequena propriedade não tinha infraestrutura. A energia elétrica da Coprel, a rede de água, estradas, residência, foram sendo implementadas e melhoradas com o passar dos anos. No entanto, o objetivo era claro, em especial para a bióloga Maria Luiza e para o esposo Antonio que há muitos anos sonhavam em um dia poder dedicar-se à produção de flores e ervas aromáticas e medicinais. Aos poucos, foram sendo plantadas árvores frutíferas e também nativas para melhorar a cobertura e proteção vegetal, um processo que durou aproximadamente 10 anos. Até que, no ano de 2012, se concretiza a agroindústria Horto Hortelã, pensada inicialmente para a produção de chás e plantas bioativas, mas que foi ampliando sua produção para atender à demanda por produtos naturais. As receitas de família foram aproveitas e incrementadas, e assim inicia a produção de geleias, schmia, sal temperado, ketchup, e também linha gourmet, com geleias especiais para degustar com carnes, tudo com ingredientes naturais e sem conservantes.

Em 2014, a Horto Hortelã recebe o selo “Sabor Gaúcho”, uma certificação que a credencia a comercializar seus produtos para todo o Estado. Atualmente, as delícias produzidas na agroindústria são fornecidas principalmente para a merenda escolar da rede pública, mas também são comercializadas diretamente ao consumidor, por encomendas ou em eventos e feiras, como a Feira do Produtor da cooperativa Coopeagri, nos sábados pela manhã em Ibirubá.

As instalações da agroindústria vão sendo ampliadas conforme as possibilidades da família. Atualmente, está sendo melhorado o espaço para receber turistas e estudantes que visitam o local.

Maiara Prestes, filha de Maria Luiza, fez o caminho “inverso” de muitos jovens: mesmo tendo nascido e residido sempre na cidade, optou por morar no interior com o seu esposo Everton Welzel e aplicar na agroindústria da família o que aprendeu em sua formação em gestão ambiental “Sempre gostei muito da natureza, a possibilidade de morar neste lugar que eu adoro e trabalhar com a minha família me deixa muito feliz” destaca a jovem.

A produção da Horto Hortelã só não é maior porque a família se divide entre o trabalho da agroindústria e as outras atividades profissionais de cada um. “A agroindústria é um sonho, mas também um grande desafio, pois desde o início nós precisamos investir recursos das nossas atividades profissionais aqui”, destaca o casal. Mas com carinho, dedicação e uma visão clara do que a família pretende para o futuro, a Horto Hortelã quer continuar crescendo: na produção, qualidade e também economicamente, no modelo de propriedade autossustentável.

Os produtos da agroindústria são feitos com frutos da época, e não possuem conservantes. Portanto, os sabores comercializados variam durante o ano, conforme a disponibilidade de frutas fresquinhas no pomar da propriedade.

Os telefones de contato da Horto Hortelã são: (54) 3324 – 3510 e (54) 9 9179 5305.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS
Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail
Fechar

Recuperar Senha

Para receber sua senha por email, digite seu número de matrícula no campo abaixo: