Imprensa

Notícia Coprel Release

Fundo “Mais Energia” impulsiona os investimentos em infraestrutura no campo

No início deste ano, com a realização da Assembleia Geral Ordinária da Coprel, os cooperantes aprovaram a criação do Fundo Mais Energia, cujos recursos serão utilizados para auxiliar nos custos de projetos de aumentos de carga dos cooperantes. O principal objetivo é incentivar novos investimentos nas propriedades rurais.

Em Vila Lângaro, a família De Nardi foi uma das primeiras beneficiadas pelo Programa Mais Energia. Ari e Gilmar de Nardi são irmãos, e residem em propriedades vizinhas. Ambos têm a atividade leiteira como base econômica. Na propriedade de Gilmar, é utilizado o sistema de confinamento freestall, com cerca de 25 vacas em lactação. Na propriedade de Ari, está sendo implantado o sistema de confinamento compost barn. Recentemente, foi concluído o galpão e adquiridos os animais. Com as ampliações, era necessária mais carga de energia elétrica para atender as propriedades da família De Nardi. Então, os cooperantes providenciaram o projeto e solicitaram o orçamento para a obra necessária. O valor a ser pago pelos cooperantes seria de R$ 12,6 mil. No entanto, com a participação do programa Mais Energia deduzindo 40% do valor, o saldo a ser pago ficou em R$ 7,5 mil, que os irmãos dividiram, já que as duas propriedades são beneficiadas com a obra. “Ajudou bastante, porque a gente já investiu bastante para a construção do pavilhão. Esta parceria com a Coprel ajudou a concretizar este sonho de ter o confinamento e energia de qualidade”, destaca o cooperante Ari. Já o Gilmar, participou do investimento para estar com a propriedade preparada para futuras ampliações. “Não estava faltando energia, mas assim a gente tem uma sobra para quem sabe aumentar a propriedade”, informa Gilmar.

Investimentos incentivam a sucessão nas propriedades

As iniciativas da Coprel em facilitar e promover os investimentos nas propriedades rurais vão ao encontro da necessidade de incentivo aos jovens que podem suceder as propriedades rurais. Isso porque, o uso da tecnologia, melhores condições de trabalho, participação na gestão e na renda são muito importantes para desenvolver a participação dos jovens na propriedade.

Rodrigo, filho de Gilmar e Leonilda, tem 19 anos e cursa Tecnologia em Agronegócio. Ele está participando da gestão da propriedade, em um sistema de informática desenvolvido pelo Rodrigo com os professores. Após concluir os estudos, deve definir se vai permanecer na propriedade ou buscar colocação profissional fora. O irmão mais velho, Rafael, trabalha fora, em empresa ligada ao agronegócio.

O cooperante Ari e sua esposa Rosicler, também tem dois filhos.  Anderson, com 19 anos e estudante de Agronomia, no tempo livre auxilia os pais na propriedade. Já Alisson, de 14 anos, já afirma que quer dar continuidade ao trabalho na propriedade da família, e enquanto não está na escola, participa das atividades.

No entanto, o que ambas as famílias e todos os jovens tem em comum é a consciência de que é necessário acompanhar a evolução tecnológica e administrativa para prosseguir na atividade rural. E a Coprel, por meio do programa “Mais Energia”, tem contribuído com o seu papel de incentivar novos investimentos nas propriedades, que consequentemente, incentivam os sucessores a olharem com otimismo para o futuro no campo.

 

 

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS
Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail
Fechar

Recuperar Senha

Para receber sua senha por email, digite seu número de matrícula no campo abaixo: