Imprensa

Notícia Coprel Release

Energia elétrica para aprimorar o talento do trabalho artesanal

Muita energia, talento, e uma experiência que poucas pessoas podem dizer que tem: são mais de 60 anos na atividade. Estas características marcam o trabalho do cooperante Ilson João Berres, do interior de Lagoa dos Três Cantos. Antes dos 10 anos, ele já auxiliava o pai na marcenaria da família. E hoje aposentado, Seu Ilson continua trabalhando pela alegria e satisfação de criar belíssimos itens de artesanato em madeira, que vão desde artigos de decoração e utensílios para copa e cozinha até um banco que se transforma em mesa.

A energia facilita e aprimora o trabalho do cooperante. A maior parte do processo de fabricação do artesanato é feita utilizando os inúmeros equipamentos elétricos disponíveis na pequena marcenaria da propriedade. Mas nem sempre foi assim. Por muitos anos, Ilson não tinha acesso à energia elétrica. A maior tecnologia existente nos primeiros anos era uma roda d’água que proporcionava a utilização de um motor na marcenaria, mas a energia não tinha qualidade e o funcionamento dependia dos dias de chuva, quando aumentava o nível de água do rio. “Somente quando veio a energia da Coprel, por volta dos anos 1970, é que realmente começou a render o serviço de marcenaria. Lembro que fui junto com meu pai para Carazinho financiar a compra dos primeiros motores para a marcenaria. Assim a gente pôde aceitar mais pedidos e ampliar a produção”, lembra o cooperante. Além do talento para o trabalho em madeira, a música é outra habilidade da família. Ilson foi maestro de corais, ainda toca violino e fabrica os próprios instrumentos. A partir da chegada da energia na propriedade, os ensaios puderam continuar durante a noite. “A energia foi uma grande alegria. Pudemos cantar e tocar violino à noite. Era uma alegria enorme para toda a família”, comenta Seu Ilson.

Nos dias atuais, ter energia não é mais uma “novidade”, é um recurso ao alcance de todos. Por isso, hoje o que mais chama a atenção no trabalho da Coprel é o atendimento. “Muitas vezes eu e minha esposa comentamos sobre como a Coprel consegue atender bem mesmo nos dias de muito temporal, quando se vê muitos estragos”, elogia Ilson.

Com quase 80 anos de idade, o cooperante Ilson João Berres é um exemplo de determinação e energia. O seu trabalho pode ser conferido diretamente na propriedade da família em Linha Guaiana, ou no artesanato de Lagoa dos Três Cantos, onde vários produtos estão expostos. Ele se orgulha e se gratifica em deixar o seu trabalho eternizado por meio do artesanato.

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS
Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail
Fechar

Recuperar Senha

Para receber sua senha por email, digite seu número de matrícula no campo abaixo: