Imprensa

Notícia Coprel Release

Encontro Nacional da Infracoop abordou o importante trabalho das cooperativas de infraestrutura

Nesta quinta-feira, dia 16 de novembro, representantes de 28 cooperativas de infraestrutura de todo o país participaram, em Porto Alegre, do 42º Encontro da Infracoop – Confederação Nacional das Cooperativas de Infraestrutura. O encontro também teve a presença da OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras e das federações estaduais (RS, SC, PR e SP).

O principal tema foi a análise e o debate das novas regras aprovadas pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) que trata da destinação da subvenção da conta de desenvolvimento energético (CDE), para as cooperativas com baixa densidade de carga. “A ANEEL fez uma construção muito positiva. Temos que reconhecer o trabalho do Diretor Geral, Dr. Romeu Rufino; e do relator da audiência pública AP 35, Diretor José Juhrosa Junior. Precisamos também reconhecer o importante papel dos nossos parlamentares, senadores e deputados, em especial do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, na construção desta conquista. Este processo se estendeu desde a aprovação da Lei em novembro de 2016, e após um trabalho de interlocução no Ministério de Minas e Energia, especialmente na Secretaria de Energia, foi possível obtermos a aprovação destas regras que diminuem o impacto da retirada dos descontos para as cooperativas, que possuem um mercado muito diferente das concessionárias”, explicou o presidente da Infracoop e da Coprel, Jânio Vital Stefanello.

Com a presença de consultoria especializada, foi debatida e apresentada a formatação da nova metodologia para liberação de recursos da CDE, especialmente para atender a baixa densidade de carga das cooperativas com características rurais. “As cooperativas foram muito beneficiadas pelo atendimento de suas propostas pela Agência”, disse Iara Sobrosa, consultora da Infracoop.

Durante os debates foram levantados, também, vários temas que deverão ser levados à Aneel, a fim de solicitar adequações e soluções, para não prejudicarem as cooperativas. Um destes temas é a vigência de uma norma do ano 1999, quando a realidade e a tecnologia mundial era outra e que diz respeito à disponibilidade das redes para outros serviços, dentre eles, levar internet ao meio rural.

Outro tema muito valorizado no encontro da Infracoop foi a intercooperação. O presidente Stefanello destacou e valorizou a ajuda mútua das cooperativas gaúchas nos severos temporais que atingiram o Rio Grande do Sul no mês de outubro. Só na área de atuação da Coprel, que foi a cooperativa mais atingida, foram mais de 1.200 postes quebrados com a força dos ventos nos temporais em outubro.

Por fim, foi destacada a importância da regulamentação das cooperativas que ainda não estão regulamentadas pela ANEEL. “O processo de regulação da Aneel é dinâmico, ou seja, devemos estar sempre atentos às propostas de normas que podem impactar o trabalho das cooperativas”, salienta Stefanello.

A Infracoop reúne 64 cooperativas de infraestrutura, que atendem principalmente as áreas rurais dos municípios, beneficiando mais de 650 mil famílias.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS
Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail
Fechar

Recuperar Senha

Para receber sua senha por email, digite seu número de matrícula no campo abaixo: